segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo!


                                                                 Imagem via Internet



"Números acumulam-se apressados, calendários vêm bater num rochedo de lembranças e presságios, singramos a luz das avenidas na curva extrema que nos devora e tudo dissolve na espuma."


(Eucanaã Ferras, poeta brasileiro, no livro Sentimental - Companhia das Letras)


FELIZ 2015!!!


quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Feliz Natal!


Imagem via page Resimler Hayaller do Face.

Natal

"Enfeite a árvore de sua vida
com guirlandas de gratidão.
Coloque no coração laços de cetim rosa,
amarelo, azul, carmim.
Decore seu olhar com luzes brilhantes
estendendo as cores em seu semblante.
Essa é sua roupa para o Natal.
Em sua lista de presentes, em cada caixinha,
embrulhe um pedacinho de amor, carinho, ternura,
reconciliação, amizade e perdão...
Tem presente de montão
no estoque do nosso coração e não custa um tostão!
A hora é agora. Comece a embalar os presentes.
Vamos. Enfeite seu interior.
Seja diferente.
Seja reluzente!"

(Cora Coralina)


Imagem via page Gold Art do Face



FELIZ NATAL!!!


sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Dom Quixote






"A liberdade, Sancho, é um dos mais preciosos dons que os homens receberam dos céus. Com ela não podem igualar-se os tesouros que a terra encerra nem que o mar cobre; pela liberdade, assim como pela honra, se pode e deve aventurar a vida, e, pelo contrário, o cativeiro é o maior mal que pôde vir aos homens."




"...Ferido não estou. Apenas moído."




"Sonhar o sonho impossível,
Sofrer a angústia implacável,
Pisar onde os bravos não ousam,
Reparar o mal irreparável,
Amar um amor casto à distância,
Enfrentar o inimigo invencível,
Tentar quando as forças se esvaem,
Alcançar a estrela inatingível:
Essa é a minha busca."



Do livro Dom Quixote - Miguel de Cervantes
Imagens via page Google



quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Calvin Harris - Summer




When I met you in the summer
To my heartbeat sound
We fell in love
As the leaves turned brown

We could be together baby
As long as skies are blue
You act so innocent now
But you lied so soon
When I met you in the summer

When I met you in the summer
To my heartbeat sound
We fell in love
As the leaves turned brown

We could be together baby
As long as skies are blue
You act so innocent now
But you lied so soon
When I met you in the summer

Summer


"Sem amor, a vida é uma mera existência."

(Livro: Imortal - Gillian Shields - Pág. 216 - Editora Moderna Ltda, 2011.


domingo, 23 de novembro de 2014

A verdade



                                         


"A verdade é um duelo de percepções. As pessoas só enxergam o que podem enfrentar. Não importa o que você vê...Mas sim o que você enxerga. Quando diferentes percepções duelam entre si...A verdade tem um jeito de se perder... E os monstros...Encontram um jeito de sair."


(Revenge)


 Imagem via page Vasilis Eustathiou do Face


sábado, 22 de novembro de 2014

Manuel de Barros


Imagem via page Sociedad Argentina de Horticultura do Face



"O apanhador de desperdícios
Uso a palavra para compor meus silêncios.
Não gosto das palavras
fatigadas de informar.
Dou mais respeito
às que vivem de barriga no chão
tipo água pedra sapo.
Entendo bem o sotaque das águas
Dou respeito às coisas desimportantes
e aos seres desimportantes.
Prezo insetos mais que aviões.
Prezo a velocidade
das tartarugas mais que a dos mísseis.
Tenho em mim um atraso de nascença
Eu fui aparelhado
para gostar de passarinhos.
Tenho abundância de ser feliz por isso.
Meu quintal é maior que o mundo.
Sou um apanhador de desperdícios:
Amo os restos
como as boas moscas.
Queria que minha voz tivesse um formato de canto.
Porque eu não sou da informática:
eu sou da invencionática.
Só uso a palavra para compor meus silêncios"



Imagem via page de Jerry Downs - Face 

"Acho que o quintal onde a gente brincou é maior do que a cidade. A gente só descobre isso depois de grande. A gente descobre que o tamanho das coisas há que ser medido pela intimidade que temos com as coisas. Há de ser como acontece com o amor. Assim, as pedrinhas do nosso quintal são sempre maiores do que as outras pedras do mundo. Justo pelo motivo  da intimidade."


(Manuel de Barros)

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Happy Halloween!!!

                                                   

Wish Spell

"May the Godess and God
of  light and love,
grant me my wish
and quiet my heart.
I place my desire in your hands,
For you to do as you will
and as I deserve.
So mote it be."

Via page  Sacred Lupus - Luke -  Facebook


quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Criança!





                                               Imagem via page Conti outra, artes e afins do face



"Brinca enquanto souberes!
Tudo o que é bom e belo
Se desaprende...
A vida compra e vende
A perdição,
Alheado e feliz,
Brinca no mundo da imaginação,
Que nenhum outro mundo contradiz!

Brinca instintivamente
Como um bicho!
Fura os olhos do tempo,
E à volta do seu pasmo alvar
De cabra-cega tonta,
A saltar e a correr,
Desafronta
O adulto que hás-de-ser!"

(Miguel Torga)


sábado, 27 de setembro de 2014

Filme: Into The Wild



"Happiness only real when shared."

Imagem via Google


"Quando você perdoa, você ama. E quando  ama, a Luz de Deus brilha em você."




Filme: Into The Wild
Direção: Sean Penn



quarta-feira, 10 de setembro de 2014

O sereno na solidão




                                                                Imagem via Croquette



"Era tanto silêncio e tão leve o ar, que se alguém aguçasse o ouvido talvez pudesse até escutar o sereno na solidão."




(O Tempo e o Vento - O Continente - Érico Veríssimo)



Somos assim




"Somos assim: sonhamos o voo mas tememos a altura. Para voar é preciso ter coragem para enfrentar o terror do vazio. Porque é só no vazio que o voo acontece. O vazio é o espaço da liberdade, a ausência de certezas. Mas é isso o que tememos: o não ter certezas. Por isso trocamos o voo por gaiolas. As gaiolas são o lugar onde as certezas moram."


(Rubem Alves)


Imagem via page Remember Once Upon a Time do Face





sábado, 30 de agosto de 2014

Declaro-me vivo !


                                                               Imagem: Internet

"Antigamente me preocupava quando os outros falavam mal de mim. Então fazia o que os outros queriam, e a minha consciência me censurava. Entretanto, apesar do meu esforço para ser bem educado, alguém sempre me difamava. Como agradeço a essas pessoas, que me ensinaram que a vida é apenas um cenário!
Desse momento em diante, atrevo-me a ser como sou.
A árvore anciã me ensinou que somos todos iguais.
Sou guerreiro: a minha espada é o amor, o meu escudo é o humor, o meu espaço é a coerência, o meu texto é a liberdade.
Perdoem-me, se a minha felicidade é insuportável, mas não escolhi o bom senso comum. Prefiro a imaginação dos índios que tem embutida a inocência.
É possível que tenhamos que ser apenas humanos. Sem Amor nada tem sentido, sem Amor estamos perdidos, sem Amor corremos de novo o risco de estarmos caminhando de costas para a luz. Por esta razão é muito importante que apenas o Amor inspire as nossas ações.
Anseio que descubras a mensagem por detrás das palavras; não sou um sábio, sou apenas um ser apaixonado pela vida.
A melhor forma de despertar é deixando de questionar se nossas ações incomodam aqueles que dormem ao nosso lado.
A chegada não importa, o caminho e a meta são a mesma coisa.
Não precisamos correr para algum lugar, apenas dar cada passo com plena consciência.
Quando somos maiores que aquilo que fazemos, nada pode nos desequilibrar.
Porém, quando permitimos que as coisas sejam maiores do que nós, o nosso desequilíbrio está garantido.
É possível que sejamos apenas água fluindo: o caminho terá que ser feito por nós. Porém, não permitas que o leito escravize o rio, ou então, em vez de um caminho, terás um cárcere.
Amo a minha loucura que me vacina contra a estupidez.
Amo o amor que me imuniza contra a infelicidade que prolifera, infectando almas e atrofiando corações.
As pessoas estão tão acostumadas com a infelicidade, que a sensação de felicidade lhes parece estranha. As pessoas estão tão reprimidas, que a ternura espontânea as incomoda, e o amor lhes inspira desconfiança.
A vida é um cântico à beleza, uma chamada à tranparência.
Peço-lhes perdão, mas...DECLARO-ME VIVO!!!"


(Chamalú. Índio Quéchua)

                                                     
                                                   

"Um propósito. Que a maldade não conte com a minha voz para repercutir."

Pe. Fábio de Melo


sábado, 9 de agosto de 2014

Seja artesão

        
                  "Não deixe ninguém fazer a sua história por você. Não aceite os créditos de seus erros e acertos.
 Seja artesão.
                  Cultive uma orquestra particular de sentimentos, mas acima de tudo ame-se. Seja solidário e saiba ser solitário. Solidão não é a pior coisa da vida. Das coisas piores, viver acompanhado de sombras silenciosas e esperar quem nunca virá, são borrões e indelicadezas que matam silenciosamente."

(Ita Portugal)

                                                                                                                                       Imagem: Via page Luminous Spirit




quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Pensamento do Dia



                                                          Imagem via page Arunachala


"A única coisa de que precisamos para nos tornarmos bons filósofos é a capacidade de nos admirarmos com as coisas."

( Livro: O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder)



segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Perguntai ao vento





 "Perguntai ao vento, à onda, à estrela, ao pássaro, ao relógio, a tudo o que foge, a tudo o que geme, a tudo o que rola, a tudo o que canta, a tudo o que fala, perguntai-lhes que horas são. E o vento, e a vaga, e a estrela, e o pássaro, e o relógio, hão de vos responder: É hora de se embriagar! Para não serdes os martirizados escravos do tempo, embriagai-vos; embriagai-vos sem tréguas! De vinho, de poesia ou de virtude, a vossa escolha..."


(Fernando Pessoa)


Imagem via page Marcin Adam  Wilczkiewicz lll


quarta-feira, 23 de julho de 2014

Who Are You.... Really?




                                                 


"(...) Você é percepção, e percepção é consciência (...)"



Hoje eu queria


                                                                                                     Imagem via page Alma Celta do Face



 "Hoje eu queria ler uns livros que não falam de gente, mas só de bichos, de plantas, de pedras: um livro  que me levasse por essas solidões da Natureza, sem vozes humanas, sem discursos, boatos, mentiras, calúnias, falsidades, elogios, celebrações...hoje eu queria apenas ver uma flor abrir-se, desmanchar-se (...)."



(Cecília Meireles)
                                                           


segunda-feira, 30 de junho de 2014

No meio do caminho



                                                          Imagem via page Perceptive Artista


No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.

Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.


(Carlos Drummond de Andrade)


domingo, 15 de junho de 2014

Trechos do Livro "A Sombra do Vento"


"Nós existimos enquanto alguém se lembra de nós."

Imagem: Google


"Enquanto eu percorria túneis e túneis de livros na penumbra, não pude evitar que me invadisse uma sensação de tristeza e desânimo. Não podia evitar pensar que se eu, por puro acaso, tinha descoberto todo um universo num só livro desconhecido na infinidade daquela necrópole, dezenas de milhares de outros livros ficariam inexplorados, esquecidos para sempre. Sentia-me rodeado por milhares de páginas abandonadas, de  universo e almas sem dono, que se fundiam em um oceano de escuridão enquanto o mundo palpitava do lado de fora daquelas paredes perdia a memória sem perceber, dia após dia, sentindo-se mais sábio quanto mais esquecia."
Página 64



"Os livros são espelhos: neles só se vê o que possuímos dentro."
Página 174



"As vezes nós pensamos que as pessoas são como décimos de loteria: que estão aí para concretizar nossas absurdas ilusões."
Página 294


"Nada alimenta o esquecimento como uma guerra, Daniel. Todos nos calamos e as pessoas se esforçam para nos convencer de que o que vimos, o que fizemos, o que aprendemos sobre nós mesmos e sobre os demais é uma ilusão, um pesadelo passageiro. As guerras não tem memória e ninguém se atreve a decifrá-las, até não restarem mais vozes para contar o que aconteceu, até que chega o momento em que não as reconhecemos mais e elas retornam, com outra cara e outro nome, para devorar o que restou."
Página 351



(Livro: A Sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón - RJ: Objetiva - 2007)



quinta-feira, 12 de junho de 2014

Feliz Dia dos Namorados




                                                                      Imagem: Google



"Amor é um fogo que arde
sem se ver,
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento
descontente;
É dor que desatina sem doer."



(Luís de Camões)



domingo, 25 de maio de 2014

Summer Camp - Two Chords




Summer Camp - Two Chords

Today Today Today Today
Today I feel okay
 But tomorrow
Tomorrow
Whatever
Someday Someday
Someday I still find it tough
I think we both do
I think we both do
Whatever
But really when nothing
When nothing
What a relief
To be nothing
Whatever

Today Today Today Today
Today I feel so young
So young
And so lost
Forever
I dreamed I dreamed
I dreamed of so many things
But never
Oh never
Did I dream of this
Forgive forgive forgive
Could you forgive me
For being
So selfish
So cold

Let me be perfect
That's all I ever want
That's all I ever want

Waiting waiting waiting for the next thing
Waiting always waiting
Waiting waiting waiting for the next thing
Will you wait with me
Will you wait with me

So how so how so how
Did we get here
I could
I would do it all again
And please and please and please
Will you stay with me
Forever and ever 'till the end
Let me be perfect
That's all I ever want
That's all I ever want
Waiting waiting waiting for the next thing
Waiting always waiting
Waiting waiting waiting for the next thing
Will you wait with me
Will you wait with me


Waiting waiting waiting for the next thing
Waiting always waiting
Waiting waiting waiting for the next thing
Will you wait with me
Will you wait with me


sábado, 24 de maio de 2014

Este momento é o único momento real


Imagem: Internet

"Quando Alice estava tomando chá com o Chapeleiro Louco, ela notou que não havia geleia. Pediu, então geleia, e ele disse: "A geleia é servida dia sim, dia não." Alice reclamou: "Mas ontem também não havia geleia!" 'Isso mesmo' respondeu o Chapeleiro Louco. "A regra é esta: geleia sempre ontem e geleia amanhã, nunca geleia hoje...porque hoje não é ontem nem amanhã.  E é assim que você está vivendo: geleia ontem, geleia amanhã, nunca geleia hoje. E é aí que está a geleia! Assim você imagina; você vive em um estado dopado, sonolento. Você esqueceu completamente que este momento é o único momento real. E, se quiser algum contato com a realidade, acorde aqui e agora!"


(Livro "O homem que amava as gaivotas" - Osho)



domingo, 18 de maio de 2014

De que adianta


   Imagem via page Renata Huster do Face


"De que adianta falar de motivos?
Ás vezes, basta um só, às vezes, nem juntando todos."

(José Saramago)


Não me prendo



"Não me prendo a nada que me defina. Sou companhia, mas posso ser solidão. Tranquilidade e inconstância. Pedra e coração. Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono! Música alta e silêncio. Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser. Não me limito, não sou cruel comigo! Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer..."

(Clarice Lispector)


Imagem via page Wanderlust do Face


Fique em silêncio...



                                                             Imagem by Kishan Jessni



Fique em silêncio...
não conteste...
não fale nada sobre as injustiças,
não se exponha,
não reaja
e talvez você viva em paz,
afinal não está incomodando ninguém.
Talvez apenas não consiga dormir
por causa dos gritos
que vêm de dentro da sua alma
clamando por justiça.

(Elis Regina)

sábado, 19 de abril de 2014

Trechos do livro “A menina que roubava livros”


        Imagem via page www.lendo.org


                 A história se passa na Alemanha Nazista. Ela é narrada pela Ceifadora de Almas. Vale à pena ler o livro e assistir o filme. Simplesmente fascinante. Gostei de ambos. Foi muito difícil selecionar alguns trechos, visto que o livro nos prende do início ao fim.

Primeira parte do livro - Morte narrando

"Uma pequena teoria
As pessoas só observam as cores do dia no começo e no fim, mas, para mim, está muito claro que o dia se funde através de uma multidão de matizes e entonações, a cada momento que passa. Uma só hora pode consistir em milhares de cores diferentes. Amarelos céreos, azuis borrifados de nuvens. Escuridões enevoadas. No meu ramo de atividade, faço questão de notá-los."
Pág.10


A Morte está narrando dos Campos de Concentração

"Quando seus corpos acabavam de vasculhar a porta em busca de frestas, as almas subiam. Depois de suas unhas arranharem a madeira e, em alguns casos, ficarem cravadas nela, pela pura força do desespero, seus espíritos vinham em minha direção, para meus braços, e galgávamos as instalações daqueles chuveiros, escalávamos o telhado e subíamos para a largueza segura da eternidade. E continuavam a me alimentar. Minuto após minuto. Chuveiro após chuveiro."
Pág 305


A Morte narra como recebeu a alma de judeus mortos por Hitler

"Por favor, acredite quando lhe digo que, naquele dia, peguei cada alma como se fosse um recém-nascido. Cheguei até a beijar alguns rostos exaustos, envenenados. Ouvi seus últimos gritos entrecortados. Suas palavras evanescentes. Observei suas visões de amor e os libertei de seu medo. A todos levei embora e, se houve um momento em que precisei de distração, foi esse. Em completa desolação, olhei para o mundo lá em cima. Vi o céu transformar-se de prata em cinza e em cor de chuva. Até as nuvens tentavam fugir. Vez por outra, eu imaginava como seria tudo acima daquelas nuvens, sabendo, sem sombra de dúvida, que o Sol era louro e a atmosfera interminável era um gigantesco olho-azul. Eles eram franceses, eram judeus, e eram você."
Pág. 306 

...


                                                                Imagem via Google


"As árvores eram altas e triangulares.Permaneceram caladas. Liesel tirou da bolsa A Sacudidora de Palavras e mostrou uma página a Rudy. Nela havia um menino com três medalhas penduradas no pescoço. -"Cabelos da cor de limões"- leu Rudy. Seus dedos tocaram as palavras. -Você falou de mim com ele? No começo, Liesel não conseguiu dizer nada. Talvez fosse a súbita turbulência do amor que sentiu por ele. Ou será que sempre o tinha amado? Era provável. Impedida como estava de falar, desejou que ele a beijasse. Quis que ele arrastasse sua mão e a puxasse para si. Não importava onde beijasse. Na boca, no pescoço, na face. Sua pele estava vazia para o beijo, esperando. Anos antes, quando os dois haviam apostado corrida num campo lamacento, Rudy era um conjunto de ossos montados às pressas, com um riso irregular e hesitante. Sob o arvoredo, nessa tarde, era um doador de pão e ursinhos de pelúcia. Um tríplice campeão de atletismo da Juventude Hitlerista. Era seu melhor amigo. E estava a um mês de sua morte. -É claro que falei de você com ele - disse Liesel. Estava se despedindo, e nem sabia."
Pág. 448

...


"UMA ÚLTIMA NOTA DE SUA NARRADORA

Os seres humanos me assombram."

Pág 478




A menina que roubava livros - Markus Zusak
Editora Intrínseca Ltda,2007 - RJ

Imagem via page www.ideafixa.com




quinta-feira, 10 de abril de 2014

Spice Girls - Wannabe


Wannabe
Spice Girls

Yo, I'll say you what I want, what I really really want
So tell me what you want, what you really really want
I'll tell you what I want, what I really really want
So tell me what you want, what you really really want
I wanna, I wanna, I wanna, I wanna
I wanna really really really wanna zig-a-zig, ah

If you want my future, forget my past
If you wanna get with me, better make it fast
Now don'y go wasting my precious time
Get your act together, we could be just fine

I'll tell you what I want, what I really really want
So tell me what you want, what you really really want
I wanna, I wanna, I wanna, I wanna
I wanna really really really wanna zig-a-zig, ah

If you wanna be my lover, you gotta get with my friends
Make it last forever, friendship never ends
If you wanna be my lover, you have got to give
Taking is too easy, but that's the way it is

What do you think about that?
Now you know how I feel
Say you can handle my love, are you for real?
I won't be hasty, I'll give you a try
If you really bug me, then I'll say goodbye


Yo,I'll tell you what I want, what I really really want
So tell me what you want, what you really really want
I wanna, I wanna, I wanna, I wanna
I wanna really really really wanna zig-a-zig, ah


If you wanna be my lover, you gotta get with my friends
Make it last forever, friendship never ends
If you wanna be my lover, you have got to give
Taking is too easy, but that's the way it is

So here's a story from A to Z
You wanna get with me, you gotta listen carefully
We got Em in the place who likes it in your face
We got G like MC who likes it on an
Easy V does'nt come for free
She's a real lady
And as for me, ha, you'll see

Slam your body down and wind it all around
Slam your body down and wind it all around


If you wanna be my lover, you gotta get with my friends
Make it last forever, friendship never ends
If you wanna be my lover, you have got to give
Taking is too easy, but that's the way it is

If you wanna be my lover, you gotta
You gotta, you gotta, you gotta
You gotta slam, slam, slam, slam

Slam your body down and wind it all around
Slam your body down and wind it all around


Slam your body down and wind it all around
Slam your body down and zig-a-zig, ah

If you wanna be my lover



quarta-feira, 9 de abril de 2014

Dizemos aos confusos


                                                                      Imagem: Internet

"Dizemos aos confusos, Conhece-te a ti mesmo, como se conhecer-se  a si mesmo não fosse a quinta e mais dificultosa operação das aritméticas humanas, dizemos aos abúlicos, Querer é poder. como se as realidades bestiais do mundo não se divertissem a inverter todos os dias a posição relativa dos verbos, dizemos aos indecisos, Começar pelo princípio, como que esse princípio fosse a ponta sempre visível de um fio mal enrolado que bastasse puxar e ir puxando até chegarmos à outra ponta, a do fim, e como se, entre a primeira e a segunda, tivéssemos tido nas mãos uma linha lisa e contínua em que não havia sido preciso desfazer nós nem desenredar estrangulamentos, coisa impossível de acontecer  na vida dos novelos e, se uma outra frase de efeito é permitida, nos novelos da vida." 

(A Caverna - José Saramago)


terça-feira, 8 de abril de 2014

Quem senão Fernando Pessoa?



"Há qualquer coisa de longínquo em mim neste momento. Estou de fato à varanda da vida, mas não é bem desta vida. (...) Sou todo eu uma vaga saudade, nem do passado, nem do futuro: sou uma saudade do presente, anônima, prolixa e incompreendida."

(Livro do Desassossego - Fernando Pessoa)

                  Imagem: By Alvaro Reja